Mostrando recursos 41 - 60 de 5.465

  1. Cambios, desafíos y riesgos en el siglo XXI

    Mercedes Alcañiz

    Hablar de cambios en una sociedad caracterizada precisamente por «el cambio y el movimiento» no es cuestión baladí y excede, lógicamente, el contenido de esta revista. Lo cierto es que, al igual que sucedió en el siglo XIX y principios del siglo XX, cuando los sociólogos y pensadores de la época, desde Saint Simon que vivió la Revolución Francesa y apoyaba totalmente el cambio de régimen, hasta Émile Durkheim y Max Weber que vivieron la Primera Guerra Mundial y son considerados como los primeros sociólogos académicos europeos o padres de la sociología, todos estos autores reflexionaron sobre los principales acontecimientos que estaban teniendo lugar y que desafiaban el...

  2. Reseña del libro El sentido social del gusto de Pierre Bourdieu

    Cristian Alfredo Osal López

    El libro El sentido social del gusto. Elementos para una sociología de la cultura, es un compendio de trabajos de Pierre Bourdieu que han sido traducidos al castellano por Alicia Gutiérrez. El autor francés, nacido en Denguin en 1930, estudió diferentes temáticas de manera interdisciplinar a lo largo de toda su vida. Desde 1981 hasta su muerte en 2002, fue profesor titular de Sociología en el Collège de France.


  3. Call for Papers: Justicia Social y Derechos Humanos: el papel de la sociedad civil


    Editores:  Emilio Martínez Navarro (Universidad de Murcia) y Martha Rodríguez Coronel (Universitat Jaume I de Castellón)


    Periodo de envío artículos y reseñas: finaliza el 15 de enero de 2016


    Publicación del número: octubre 2016


    Idiomas: castellano, catalán e inglés


    Instrucciones para autores: al visitar la página web http://www.e-revistes.uji.es/index.php/recerca encontrarás las normas para publicar y una plantilla para artículos.


    Más información sobre el número: al228496@uji.es

    RECERCA es una revista semestral que se publica periódicamente durante los meses de abril y octubre. Es una publicación basada en la revisión ciega por pares del Departamento de Filosofía y Sociología de la universitat Jaume I...

  4. $rec.titulo

    Girel, Sylvia
    « Quand artistes et citadins se rencontrent dans l'espace urbain » est un recherche réalisée au sein du SHADYC (Sociologie, histoire, anthropologie des dynamiques culturelles -laboratoire à caractère scientifique et technique, UMR 8562, EHESS/CNRS), dans le cadre de l'appel d'offres lancé en 2000 par la Mission du patrimoine ethnologique sur le thème : « Ethnologie de la relation esthétique », rapport remis en mai 2002.Il s’agit d’observer les formes de création qui engagent une modification des modalités d’appréhension de la ville, qui devient le lieu et/ou le support de nouvelles expériences esthétiques, et qui entraînent une diversification et une pluralisation...

  5. Alfred Schütz, Essais sur le monde ordinaire, préface et traduction de Thierry Blin, Paris, Le Félin poche, 2007, 202 p. et Le Chercheur et le quotidien, Méridiens Klincksieck, 2008, 296 p, dans la Revue française de sociologie, n° 4, vol. 50, 2009, p. 846-850.

    Girel, Sylvia
    Recension de l'ouvrage

  6. Sociologie des migrations

    Mazzella, Sylvie
    International audience

  7. Des mères de la Place de la Concorde aux familles du Champ de Mars : sociologie historique des mobilisations catholiques sur la famille

    Della Sudda, Magali

  8. A RELEVÂNCIA DO ENSINO DE SOCIOLOGIA E DE FILOSOFIA PARA A FORMAÇÃO DOS JOVENS NO SÉCULO XXI

    Alexandre Medeiros de Araújo; José Gllauco Smith Avelino de Lima
    O presente texto busca problematizar esse “preconceito pedagógico”, abrindo espaço para um debate endereçado ao entendimento dos conhecimentos sociológicos e filosóficos como saberes constitutivos de uma das principais funções sociais da escola, qual seja: a da educação para o exercício da cidadania. Trazemos, ainda, a discussão sobre a especificidade da Sociologia e da Filosofia no âmbito do Ensino Médio, compreendendo essas disciplinas como integrantes de um projeto educacional alicerçado na construção de um “conhecimento prudente para uma vida decente”, como nos ensina, hoje, Boaventura de Sousa Santos (2006).

  9. Editorial

    José Yvan Pereira Leite
    Neste terceiro volume do ano 29, a HOLOS se apresenta com a recente publicação dos indicadores do Qualis da CAPES referente ao triênio 2010-2012, os quais mostram que o periódico avança significativamente, conforme quadro abaixo. Qualis CAPES Área B2 Interdisciplinar B2 Educação B2 Serviço Social B3 Administração, Ciências Contábeis e Turismo B3 Ciências Ambientais B4 Filosofia/Teologia: Subcomissão Filosofia B4 Geografia B4 Engenharias III B5 Ciências Agrárias I B5 Biodiversidade B5 Geociências B5 Educação Física B5 Artes/Música B5 Engenharias IV B5 Ensino B5 Sociologia B5 Engenharias I B5 Engenharias II C Biotecnologia C Ciência da Computação C Letras/Linguística C Ciência de Alimentos C Química C Astronomia/Física C Materiais C Zootecnia/Recursos Pesqueiros Este número apresenta à sociedade global dezoito artigos, sendo um em energia solar, quatro em gestão da inovação, dois em políticas públicas, dois em educação, quatro em ciências ambientais, três em ciências agrárias e um em geografia. O primeiro artigo, na área de energia solar, se...

  10. EM QUE A SOCIOLOGIA PODE CONTRIBUIR PARA A EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA?

    Amurabi Oliveira
    Este trabalho visa desenvolver uma breve reflexão em torno do Ensino de Sociologia na Educação Profissional e Tecnológica, apontando para possíveis contribuições que essa ciência poderia trazer para a formação no Ensino Médio integrado ao Técnico. As questões aqui postas se desenvolvem tendo como substrato teórico principal as contribuições de Anthony Giddens, bem como considerando a finalidade da Sociologia no Ensino Médio.

  11. A PRESENÇA/AUSÊNCIA DA (NOVA) SOCIOLOGIA DA EDUCAÇÃO NAS DISSERTAÇÕES SOBRE O ENSINO DE SOCIOLOGIA NA EDUCAÇÃO BÁSICA

    Valci Melo; Vanessa do Rêgo Ferreira
    Este trabalho busca responder se e de que modo as contribuições teóricas da Sociologia da Educação e da Nova Sociologia da Educação estão presentes nas dissertações de mestrado cujo tema desenvolve-se acerca do ensino de Sociologia em nível médio. Para tal, em um primeiro momento fazemos uma breve caracterização da Sociologia da Educação e da Nova Sociologia da Educação enquanto campos de conhecimento e investigação científica para, em seguida, analisarmos através das temáticas, autores e enfoques presentes em 43 dissertações produzidas principalmente em Programas de Pós-Graduação em Educação ou Ciências Sociais/Sociologia a presença ou ausência do campo científico em tela....

  12. Editorial

    José Yvan Pereira Leite
    A HOLOS disponibiliza uma nova edição com temas pertinentes à engenharia e ao ensino, num total de 24 contribuições, dentre as quais se contam seis no campo da engenharia e 17 na área de ensino, além de um estudo sobre ações sociais para a terceira idade. Os trabalhos em engenharia trazem temas relativos às áreas de petróleo, produção enzimática, efluentes industriais, tratamento de resíduo, qualidade de água, aceitação sensorial e qualidade microbiológica. Já os artigos da área de ensino compreendem tópicos em planejamento do ensino profissional, educação de jovens e adultos, formação de professores, ensino médio, ensino superior, análise de material didático...

  13. ENSINO MÉDIO E INTERDISCIPLINARIDADE: REFLEXÕES SOBRE O ENSINO DE SOCIOLOGIA

    J. G. S. A. Lima; J. S. G. Costa; M. M. C. A. Pernambuco
    A interdisciplinaridade constitui debate no meio educacional há bastante tempo. No âmbito dessa discussão, o imperativo explicitado por grande parte dos responsáveis pela organização curricular é o da necessidade da elaboração de práticas pedagógicas interdisciplinares. Os discursos, ao que parecem, são sempre os mesmos: “É preciso trabalhar de modo interdisciplinar”; “A interdisciplinaridade constrói um conhecimento mais completo”; ou ainda, “Nossa escola trabalha através de projetos interdisciplinares”. Mas, afinal, o que é interdisciplinaridade? Qual a sua importância para a reconfiguração do aprender e do ensinar? Qual a sua relevância no interior das práticas educativas desenvolvidas no Ensino Médio? Estes são alguns...

  14. O MOVIMENTO DE PRODUÇÃO E REPRODUÇÃO DO ESPAÇO AGRÁRIO: uma breve discussão teórica sobre o campesinato e a pequena produção rural familiar

    Fábio Daniel Pereira Marinho
    Este artigo é uma síntese do primeiro capítulo da dissertação intitulada A reprodução do espaço da pequena rural familiar em Canguaretama/RN, defendida em 2009 no Programa de Pós-Graduação e Pesquisa em Geografia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. É discutido, neste artigo, a produção e reprodução do espaço agrário e suas repercussões sobre o campesinato e a pequena produção rural familiar. Para tal, um levantamento teórico sobre a produção do espaço é de extrema relevância, acompanhado dos impactos socioespaciais que esta produção provocou no modelo camponês. É também discutido as correntes teóricas sobre a formação do campesinato brasileiro,...

  15. REFLEXÕES SOBRE O ENSINO DA FILOSOFIA NO NÍVEL MÉDIO

    Lucrécio Araújo de Sá Júnior
    No ano de 2008 foi sancionada a Lei nº 11.684/2008, que altera a Lei Nº 9394/1996, e inclui a Filosofia e também a Sociologia como disciplinas obrigatórias no Ensino Médio. Nesse contexto, a pergunta “como ensinar filosofia?” tem se multiplicado. Um caso interessante resulta na ênfase que muitas dessas respostas concebem à palavra “crítica”. Constatamos que, em diversas tradições, o ensino da filosofia está ligado à formação de uma consciência ou capacidade crítica. Contudo, essa atitude crítica é entendida de diversas formas em função do marco teórico de referência. Nesse trabalho a abordagem está centrada em problematizar uma linha comum...

  16. UM DIÁLOGO SOBRE A CULTURA E A CONSTRUÇÃO DO HOMEM

    Ilnete Porpino de Paiva
    Este artigo propõe abordar de forma genérica algumas questões, envolvendo o fenômeno da cultura. Para esta elaboração, como metodologia utilizamos a pesquisa bibliográfica, privilegiando leituras que articulam matrizes teóricas clássicas e interpretações atuais, procurando estabelecer um diálogo com algumas áreas do conhecimento: a Antropologia, a Sociologia, a Psicanálise, a Filosofia e a Literatura. Através dessas leituras é possível pensar a cultura, apresentando idéias que operam na construção de um campo discursivo que conflui para exercícios em busca de um pensamento, o qual se traduz no reconhecimento da religação entre saberes diferentes, numa relação dialógica. A intenção é apresentar a temática...

  17. Identidade, nação e território na escrita dos intelectuais Mapuches

    Claudia Zapata Silva
    Este artigo tem por objetivo dar conta de um novo sujeito indígena, surgido na segunda metade do século XX: o intelectual indígena contemporâneo, formado em instituições de educação superior e que constrói discursos e representações a partir de uma disciplina do conhecimento (História, Sociologia, Literatura, Antropologia, entre outras). Abordarse- á o caso particular dos intelectuais mapuches na década de noventa, a partir de uma perspectiva de análise que os considera como autores e como atores de contornos próprios no interior do que, na atualidade, se conhece como Movimento Mapuche.

  18. LENDO NARRATIVAS DA MOBILIDADE: LOCALIDADE E MOVIMENTO EM PAYSAGE FER, DE FRANÇOIS BON

    Pascal Gin
    O tema das mobilidades tem se manifestado cada vez mais comoum foco principal de questionamento para o entendimentocrítico das estruturas e processos globais. Essa conscientizaçãoé sem dúvida um resultado direto das complexidades que asmobilidades contemporâneas nos instigam a investigar.Enquanto as conexões entre globalização e mobilidades já estãobem documentadas em algumas ciências sociais e humanas(especialmente a sociologia, a antropologia e a geografiahumana), menos atenção tem sido dedicada à potencialrelevância de uma investigação literária das mobilidadesglobais, particularmente no que diz respeito a trabalhosestreitamente ligados a contextos locais. Focalizado no livrode François Bon Paysage fer (2000), o ensaio pretende analisarcomo o texto logra...

  19. D’où viennent les marchés ? Le point de vue de la sociologie économique

    Harnay, Pétronille

  20. Gestión moderna y taylorismo en el tercer milenio

    Carlos Martínez Fajardo
    El presente articulo expone las ideas básicas de la presentación que realicé en la mesa redonda organizada por el Departamento de Gestión Empresarial, el programa Maestría en Administración y la revista Innovar en el segundo semestre de 1997, centrada en el tema de la vigencia del taylorismo. Este evento contó con la participación de la profesora Anita Weiss del departamento de Sociología de la Universidad Nacional de Colombia, del profesor Guillermo Camacho como consultor y conferencista de diferentes universidades del país, y de los profesores Bernardo Parra, coordinador del evento, Ricardo Romero, profesor, y Carlos E. Martínez Fajardo, profesor y...

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.