Mostrando recursos 1 - 20 de 10.661

  1. Avaliação da Capacidade de Decisão em Psiquiatria de Ligação

    Vicente, F; Nascimento, M; Oliveira, C; Tomé, C; Vieira, C; Luis, A
    Introdução: Entre as funções do psiquiatra de ligação, encontra-se a avaliação da capacidade de decidir. Esta envolve a capacidade de fazer escolhas de forma autónoma e surge de forma relevante na prática clínica diária como pré-condição ao consentimento informado. Objetivos: Os autores pretendem rever o processo subjacente à avaliação da capacidade de decisão, assim como outra informação relevante publicada a este respeito. Métodos: Revisão não sistemática da literatura através da pesquisa eletrónica nos motores de busca Medline/Pubmed. Resultados: A capacidade de decidir apenas pode ser avaliada relativamente a uma decisão em particular, sendo que o seu resultado não é necessariamente estável ao longo do tempo. Da mesma forma, não existe nenhum diagnóstico que permita concluir, por si só, pela...

  2. Consumo de Psicoestimulantes no Meio Universitário – Aspetos Clínicos e Bioéticos

    Pereira, S; Costa, A
    Introdução: O consumo não-médico de psicoestimulantes tem aumentado de forma significativa nos últimos anos, verificando-se tal fenómeno também no meio académico. Objetivos: Neste artigo pretende-se analisar o padrão de consumo de psicoestimulantes na população universitária, bem como discutir questões clínicas e éticas associadas a esta problemática. Métodos: Para tal foi feito recurso ao que tem sido descrito na literatura sobre o tema. Resultados: Verificou-se que existe uma prevalência significativa de consumo não-médico de psicoestimulantes pelos universitários, sendo a principal fonte de obtenção os colegas, e que este é justificado, na maioria dos casos, pelo desejo de potenciar capacidades cognitivas. Este consumo associa-se a outros consumos recreativos, bem como a maiores níveis de stresse. Apesar da globalização deste fenómeno, não existe...

  3. Desenvolvimento pleno e harmonioso da personalidade: Utopia ou educação de qualidade?

    Pratas, Maria Helena Guerra
    Esta comunicação analisa alguns normativos, que apontam para um sistema educativo que deve favorecer “o desenvolvimento pleno e harmonioso da personalidade dos indivíduos”e “contribuir para a realização do educando, através do pleno desenvolvimento da personalidade, da formação do carácter e da cidadania, preparando-o para uma reflexão consciente sobre os valores espirituais, estéticos, morais e cívicos” (LBSE, art. 2º e alínea b do art. 3º). Também o Relatório da Unesco sobre a Educação para o século XXI, aponta 4 pilares da Educação, entendida como uma tarefa global a realizar ao longo da vida. Estes pilares são, como é sabido: “aprender a conhecer, aprender a fazer, aprender a viver...

  4. Ética y buenas prácticas en publicaciones

    Gestión de Publicaciones, Gerencia de Investigaciones

  5. Não deve dar a palavra aos amigos... assim não é justo! Representações das crianças sobre o gestor da palavra na comunidade de investigação filosófica

    Santos, Ana Isabel; Costa Carvalho, Magda
    O presente artigo tem como objetivo a apresentação e discussão das representações das crianças acerca do papel do Gestor da Palavra (GP). Trata-se de um recurso concebido e desenvolvido no âmbito de sessões de Filosofia para Crianças, de acordo com a metodologia da comunidade de investigação filosófica (community of philosophical inquiry) de Matthew Lipman (2003) e de Ann Margaret Sharp (1987). Designamos como “Gestor da Palavra” o membro da comunidade de investigação responsável por escolher, durante o diálogo, quem fala e quando fala. Surge como uma estratégia para envolver ativamente as crianças nos procedimentos da sessão e a sua importância estende-se...

  6. Evolução das imagens, das tecnologias e dos mecanismos pedagógicos de ilusão fílmica

    Reia-Baptista, Vítor
    Já muito se escreveu sobre as razões de ser estéticas, éticas e teleológicas das diferentes formas de arte pictóricas e sobre as suas componentes ilusórias de percepção. No entanto, é importante observar como se comportam algumas formas de comunicação quando transpostas dos modos de produção manuais, individualizados e únicos, ou artísticos, para os modos de produção mecanizados, massivos e regenerativos, ou consumistas. Assim é de salientar desde já algumas obras absolutamente referenciais para o devido enquadramento de todas as dimensões do problema.

  7. As doces heresias de La dolce vita

    Reia-Baptista, Vítor
    Nuestro aprendizaje cultural, mediático y fílmico, como generación educada en un contexto sociocultural latino y esencialmente católico, intelectual, social, sexual y políti- camente estigmatizado fue transfigurado por Federico Fellini en la película «La dolce vita». El autor analiza las claves proféticas, éticas, estéticas y cinéfilas de esta obra que considera la piedra angular de nuestra cultura cinematográfica. Para ello aborda cinco perspectivas en las que analiza lo que él llama las «doce herejías» del film.

  8. Liderança educada: do banal ao sagrado

    Pereira, Rui
    Escola e trabalho são aqui percecionados como operando em torno do mesmo paradigma de moral social que atribui admiração e respeito ao sucesso competitivo, dando lugar a uma ética elitista agressiva – elitocracia – causando desordem e dano ao bem-estar de todos, que as mais banais teorias de liderança falham em denunciar e frequentemente acolhem, porque não identificam corretamente a essência da liderança que transcende tal parte competitiva da natureza humana, aproximando-nos da parte mais fundamental, a amorosa, e situando-nos mais no domínio do sagrado. O que se argumenta aqui é que os conceitos de educação e de pessoa educada...

  9. Deslumbrando no contexto atual uma (nova) cidadania pela educação ativa, intercultural e valores cívicos

    Martins, Ernesto
    Assistimos a tempos complexos e de mudanças, com acontecimentos que afetam as virtudes e valores cívicos e sociais, apesar dos contributos das teorias éticas e políticas (comunitarismo, republicanismo), alternativas ao neoliberalismo dominante. O conceito de ‘crise (s) passou a ser habitual, numa variedade e contingência de acontecimentos, cada vez mais definidores do contexto social (económico, educativo, cultural, político). As alterações nas sociedades democráticas, nas condições dos cidadãos, a mobilidade, a multiculturalidade, a segurança cidadã, a intervenção de movimentos sociais, o poder do consumo, a globalização na sociedade digital, etc., tudo fez mudar hábitos, estruturas, formas de vida, que estão a...

  10. Sentir, pensar, agir : a dimensão ética do programa de Filosofia para Crianças

    Costa Carvalho, Magda
    Quando uma criança formula uma questão de natureza metafísica, ficamos por vezes perplexos com a desconstrução dos mais simples e básicos sentidos que orientam a nossa existência quotidiana. A rápida necessidade de articularmos e justificarmos o que, anteriormente, não nos parecia problemático ou digno de dúvida confronta-nos com a insegurança de vermos o nosso mundo posto em causa e podemos ser tentados a entender a curiosidade natural da criança como uma incomoda característica das fases iniciais do ser humano. Mas é precisamente o direito que a criança tem de fazer perguntas, com o consequente dever do adulto de as acolher,...

  11. Ética y buenas prácticas en publicaciones

    EAN, Universidad

  12. A gravitação da ética do cuidado na mediação : intervenção social e escolar nas escolas

    Martins, Ernesto; Martins, Susana
    Na resolução de conflitos, no incumprimento de normas e nas situações de indisciplina escolar, exigem-se mediadores e programas de mediação. Na implementação destes programas é essencial formar mediadores para intervirem em contexto socioeducativo com alunos, professores e família, sendo exigido a esses profissionais uma ética profissional mediadora. A necessidade de educar os alunos para integrarem as equipes de mediação implica a promoção de valores de convivência e uma ética do cuidado com os outros. A ética do cuidado e do encontro permite mais possibilidades de convívio e novas formas de existência humana. Procuramos interpretar os pontos de vista de alguns...

  13. Autoavaliação das competências de informação em estudantes universitários – IL-HUMASS: estudo quantitativo (Parte II)

    Lopes, Carlos Alberto; Pinto, Maria
    Nas últimas décadas foram feitos grandes esforços para definir, conhecer e avaliar quais são as competências informativas que os estudantes universitários necessitam para poder progredir na sua aprendizagem e na sua inserção no mercado laboral. Apesar do argumento de que os avanços tecnológicos facilitaram o acesso à informação, existe uma preocupação constante, porque os estudantes universitários não possuem competências suficientes para gerir e usar a informação: gerem quantidades enormes de informação através da Internet, mas não sabem o que fazer com ela, como avaliá-la, de que modo devem usá-la ou aproveitá-la de forma estratégica e ética. O questionário IL-HUMASS sobre...

  14. Estepicursores: Exilios e Identidades Hispanos en Los Siglos XIX y XX

    Alarcon-Arana, Esther M
    Esta tesis busca examinar el exilio y la manera como influye en la identidad individual y nacional. Exploro el modo como el exiliado vive su identidad en documentos narrativos de autores desplazados, originarios de ambas orillas del Océano Atlántico, y correspondientes a los siglos XIX y XX. Mi estudio se centra en las Cartas de España (1822) de José María Blanco White, Sab (1841) de Gertrudis Gómez de Avellaneda, Altazor o el viaje en paracaídas, poema en 7 cantos (1931) de Vicente Huidobro y la Correspondencia Ramón J. Sender-Joaquín Maurín (1952-1973). Este estudio se aleja voluntariamente de las habituales interpretaciones...

  15. Autoavaliação das competências de informação em estudantes universitários

    Lopes, Carlos Alberto; Pinto, María
    Nas últimas décadas foram feitos grandes esforços para definir, conhecer e avaliar quais são as competências informativas que os estudantes universitários necessitam para poder progredir na sua aprendizagem e na sua inserção no mercado laboral. Apesar do argumento de que os avanços tecnológicos facilitaram o acesso à informação, existe uma preocupação constante, porque os estudantes universitários não possuem competências suficientes para gerir e usar a informação: gerem quantidades enormes de informação através da Internet, mas não sabem o que fazer com ela, como avaliá-la, de que modo devem usá-la ou aproveitá-la de forma estratégica e ética. O questionário IL-HUMASS sobre literacia da informação foi concebido e desenhado...

  16. Literacia da Informação em Contexto Universitário

    Lopes, Carlos Alberto; Sanches, Tatiana; Andrade, Isabel; Antunes, Maria da Luz; Alonso-Arévalo, Júlio
    O conhecimento científico que circula em Portugal sobre literacia da informação é, ainda que meritório, bastante inicial e insuficiente para fomentar ações transversais, intervenções globais e, porque não referi-lo, criar políticas públicas que coloquem este tema na agenda educativa, particularmente na do ensino superior. Este facto deve-se em parte à reduzida investigação e problematização realizada, no nosso país, em torno do tema. Ainda assim, é notório o crescente interesse social que, conjugado com fatores ligados ao desenvolvimento económico e interesses de outros quadrantes contíguos, tem conseguido levar a bom porto a inscrição na agenda política de alguns tópicos que tocam a literacia da informação: aprendizagem ao longo...

  17. La Educación Bilingüe Intercultural, la Escrituralidad, y los, Derechos Humanos Lingüísticos

    Hornberger, Nancy H
    Em muitos casos dispersos pelo mundo – incluindo grupos étnicos da Amazônia Brasileira, os guaranis bolivianos, grupos indígenas andinos e amazônicos dentre outros – a educação intercultural bilíngüe torna-se o veículo não somente para o desenvolvimento da escrita nas línguas indígenas e para o desenvolvimento acadêmico dos seus falantes, mas também para a mobilização dos povos indígenas e a manutenção, revitalização e incremento de suas línguas, se assim o desejarem. A questão não é tanto se ou como o letramento na língua indígena e a educação intercultural bilíngüe promovem os direitos lingüísticos, antes sim que tipos de letramento e direitos...

  18. Estepicursores: Exilios e identidades hispanos en los siglos XIX y XX

    Alarcon Arana, Esther Maria
    Esta tesis busca examinar el exilio y la manera como influye en la identidad individual y nacional. Exploro el modo como el exiliado vive su identidad en documentos narrativos de autores desplazados, originarios de ambas orillas del Océano Atlántico, y correspondientes a los siglos XIX y XX. Mi estudio se centra en las Cartas de España (1822) de José María Blanco White, Sab (1841) de Gertrudis Gómez de Avellaneda, Altazor o el viaje en paracaídas, poema en 7 cantos (1931) de Vicente Huidobro y la Correspondencia Ramón J. Sender-Joaquín Maurín (1952-1973). Este estudio se aleja voluntariamente de las habituales interpretaciones...

  19. Etica, est\'etica y narrativa de Gertrudis G\'omez de Avellaneda

    Selimov, Alexander Rosello
    Gertrudis Gomez de Avellaneda (1814-1873) stands out as a major figure in nineteenth century Spanish literature. Praised as a distinguished poet and dramatist, she has also produced prose of remarkable quality in the novelistic and epistolary genres, as well as short stories and an autobiography. Her prose, although classified traditionally as Romantic, reveals the presence of the salient characteristics of the ethics and aesthetics of other literary movements (Neoclassicism, Realism, and Modernism) considered by some literary critics to be antagonistic to Romanticism.^ This dissertation traces the influence of neoclassical poetics and Enlightenment thought on Romantic literature, closely studies how the...

  20. El ideal de perduraci\'on a trav\'es de la palabra po\'etica en la poes\'\i a del 50 en Espa\~na: Angel Gonz\'alez, Jos\'e Angel Valente, Jaime Gil de Biedma. [Spanish text]

    Cochrane, Helena Antolin
    The notion that perdurability or eternity can be achieved through the poet's written words is as ancient as are words themselves. A poet obtains a special place in society because of his or her gift for capturing the essence of a person, place, or event, and elevating it to an immortal stature. The poet's vision reminds subsequent generations of the beautiful and worthy aspects of reality from the time in which he or she lived. To be included in the poet's unique recreation of a particular time and place is to gain access to a special dimension of existence, which...

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.