Mostrando recursos 221 - 240 de 7.842

  1. Estrategias de aprendizaje para el estudio de contenidos de la asignatura Filosofía y Sociedad I

    Amechazurra Oliva, Maritza; Agramonte Albalat, Blanca; Álvarez Dueñas, Omar; Treto Bravo, Inés Elisa; La Rosa Hernández, Noemy; García López, Ileana
    Fundamento: el manejo de adecuadas estrategias de aprendizaje constituye un factor indispensable para el aprendizaje significativo y desarrollador de los estudiantes universitarios.Objetivo: diseñar un manual didáctico sobre estrategias de aprendizaje para el estudio de los contenidos de la asignatura Filosofía y Sociedad I.Métodos: se realizó una investigación de desarrollo con enfoque cualitativo, en la carrera de Medicina, en la Filial de Ciencias Médicas "Lidia Doce Sánchez" de Sagua la Grande, durante el período de enero 2015 a junio 2016. Se utilizaron métodos teóricos: analítico-sintético, inductivo-deductivo, histórico-lógico y la modelación; empíricos: encuesta en forma de cuestionario y la observación; y matemáticos,...

  2. Inclusión de la historia, arte y medicina de Avicena en la educación médica

    Menéndez Pérez, Melba; Betancourt Rodríguez, Ileana; Hernández León, Melva; Fernández López, Jenry; Chau Barceló, Maylén; Pérez Obregón, Blanca Rosa
    Fundamento: la obra de Avicena posee una riqueza extraordinaria para estudiar los vínculos entre historia, arte y medicina, propicios para el desarrollo de una cultura general integral en los futuros profesionales de la salud.Objetivo: exponer los nexos entre historia, arte y medicina en la obra de Avicena como material de estudio en la educación médica.Métodos: se realizó una investigación documental, en la Universidad de Ciencias Médicas de Villa Clara, durante enero-abril de 2017. Se utilizaron métodos teóricos: análisis-síntesis, inducción-deducción y el histórico-lógico; y empíricos: la revisión documental, la observación de imágenes de reproducciones artísticas y el análisis literario de textos,...

  3. Entre el no saber del que enseña y el no saber del que aprende: una reflexión desde la práctica filosófica

    Pereira Rios, Diego Martin
      El presente trabajo intenta dar cuenta de lo que ha significado la filosofía para el autor en su camino por la docencia, y sus percepciones a lo largo de los años de formación profesional. El proceso educativo incluye un aprendizaje teórico y práctico que implica el manejo de ciertos saberes y una puesta en práctica de estos. El autor reflexiona acerca de la misma filosofía y su didáctica, con el fin de dar cuenta de que la filosofía implica una didáctica propia, en la cual se descubren dificultades planteadas en el curso con los alumnos de la enseñanza secundaria, cuando...

  4. Nietzsche e a genealogia da moral como nova exigência: o debate com Paul Rée e a teoria moral do século XIX

    Alves, Igor Santos
    O objetivo do artigo é analisar os caminhos que levam Nietzsche a enunciar sua crítica dos valores morais como uma nova exigência. Para tanto, considera-se sobretudo o debate de Nietzsche com Paul Rée e a teoria moral correspondente, de modo a avaliar, por fim, o legado deixado pelo filosofar histórico às gerações futuras.

  5. A natureza do estado segundo Jellinek: um enfoque à luz da metafísica tomista do ser

    de Araujo, Marcos Paulo Fernandes
    O propósito do seguinte artigo é promover uma confrontação entre a concepção de Jellinek sobre a natureza do Estado, tal como apresentado em sua Teoria Geral do Estado e os conceitos proporcionados por uma metafísica tomista do Ser (principalmente a partir de Cornelio Fabro), a fim de buscar respostas à questão sobre a sustentabilidade e a coerência da formulação teórica de Jellinek sobre o assunto.

  6. Notas sobre a formação da juridicidade medieval: as influências da filosofia grega, do direito romano e da ética cristã

    Brocco, Pedro D. B.
    Este estudo terá como principal objetivo situar algumas das principais influências do direito medieval. Abordaremos algumas obras canônicas da filosofia grega, sobretudo a Ética a Nicômaco e a Política de Aristóteles e a grande obra de Tucídides, para depois nos determos sobre a recepção do Corpus Iuris Civilis de Justiniano pela Europa medieval, que entrava então no modo de organização e circulação do conhecimento nos moldes das Universidades. Por fim, abordaremos a influência da ética cristã para a formação dos aparatos administrativos medievais.

  7. La filosofía política de Tomás de Aquino: una relectura de la doctrina del De Regno desde la obra de Alberto Magno

    Pierpauli, José Ricardo
    Objeto del presente estudio es ofrecer una nueva lectura de la Filosofía Política del De regno de Tomás de Aquino, subrayando sus precedentes en la obra de Alberto Magno. La doctrina política del Aquinate en su De regno, como es el caso en la obra de su maestro Alberto Magno, permite delimitar tres grandes significados de la Política. En efecto, el Aquinate ofrece en su tratado inconcluso, una noción precisa acerca de la Política como ciencia, como arte del buen gobierno y como virtud. A su vez, la idea de scientia ofrecida por Tomás no es independiente de su concepción...

  8. O homo sacer de Agamben e a perspectiva biopolítica sobre Heidegger

    Veiga, Itamar Soares
    Este artigo analisa a apropriação que Agamben faz das concepções heideggerianas de facticidade e Ereignis. Esta apropriação é analisada dentro do escopo da obra Homo Sacer. O desenvolvimento destas duas seções busca responder a seguinte pergunta: como se explica a passagem da ontologia para dentro da filosofia política em Agamben? Para responder esta pergunta, na primeira seção, busca-se compreender uma ampliação possível dos problemas da dominação da técnica. Na segunda seção, estes problemas são submetidos a uma perspectiva biolítica apresentada por Agamben. A resposta mostra que Agamben aproxima as concepções de Heidegger com o tema da indistinção entre poder constituinte...

  9. Ciência e cultura na pós-história de Vilém Flusser

    Farias, Andrés Brayner de
    A relação entre ciência e cultura referida na filosofia da pós-história de Flusser é o tema deste trabalho. De que forma se articulam a ciência e a cultura hoje? Se considerarmos a cultura como a condição de nossa liberdade, onde situamos a ciência neste processo? O conceito de cultura é mais abrangente e inclui o conceito de ciência. Por exemplo, podemos dizer que a ciência é uma chave para entender a história cultural do ocidente e, dessa forma, não podemos perceber os dilemas de nossa cultura sem abordar o conceito de ciência. Um dos sintomas da pós-história é o isolamento...

  10. A dinâmica ontológica de Heidegger como chave de compreensão fenomenológica para o movimento essencial de recuo da deidade

    Toledo, Daniel da Silva
    Este artigo tem por escopo principal indicar em que medida a diferença ontológica, sustentada pela filosofia de Martin Heidegger, pode, a partir do jogo da verdade do ser, servir de índice para se pensar uma concepção do divino que, através da dinâmica fenomenológica pautada pelo movimento de re-velamento, recusa-se a toda e qualquer objetivação em última instância, preservando assim sua dimensão de abertura de sentido. Para isto, devemos nos ater àquela divindade que, para o referido pensador alemão, torna próprio este acontecimento em sua modalidade mais radical: o último Deus.

  11. A natureza do juízo de Moore: um Zurück zu Kant inglês?

    Amatucci, Marcos
    O artigo de Moore para a Mind de 1898 marca o rompimento deste e futuramente de Russell com o idealismo. Para fazer isso Moore tem que criticar uma interpretação de Kant oriunda do idealismo alemão e abraçada por Bradley. Tanto para Moore quanto para Russell, para saltar do idealismo para o realismo, rompendo com Bradley e com a versão inglesa do hegelianismo, é necessário reconstruir uma base de fundamentação filosófica para substituir a lógica idealista; e fazem isto reconstruindo a epistemologia de Kant. Em particular para Russell, isto significa substituir as intuições puras de espaço e tempo por elementos lógicos...

  12. A antropologia fisiológica e a antropologia pragmática: a ideia de uma natureza humana em Kant

    da Conceição, Jorge Vanderlei Costa
    Este artigo problematiza a possibilidade de uma definição de natureza humana em Kant a partir da sua teoria dos juízos. Cohen (2008) defende que a antropologia fisiológica é a base da antropologia pragmática, porque o ajuizamento do ser humano como um ser organizado, nos permite ajuizá-lo em conformidade a fins [Zweckmässigkeit]. Neste sentido, ainda de acordo com o pesquisador, a antropologia pragmática compartilha certas características metodológicas com os princípios de uma filosofia da biologia em Kant, pois a causalidade mecânica é insuficiente para explicar os seres vivos, por isso é necessário um novo tipo de causalidade, que segundo Kant é...

  13. A antropologia lascasiana e a visão do estado de natureza no século XVI

    Brocco, Pedro
    O presente estudo pretende expor algumas das linhas fundamentais sobre as concepções antropológicas e de filosofia moral implícitas na colonização espanhola na América do século XVI, bem como nos discursos que pretenderam promover uma reforma moral da empresa colonizadora, questionando diretamente seus fundamentos antropológicos e éticos. Dentro deste quadro mais geral, o objetivo principal do trabalho será o de abordar a atuação de Bartolomé de Las Casas (1474-1566) e os efeitos de seus escritos apologéticos e denunciatórios no interior de um projeto teórico acerca de uma etnologia comparada e de uma visão sobre o estado de natureza e o nativo...

  14. A fenomenologia na geografia da religião e a espacialização hierofânica

    Arroyo, Karina Cruz
    A Geografia da Religião configura-se no cenário acadêmico da Geografia Cultural como um subcampo dotado de potencialidades profícuas à apreensão do fenômeno religioso. Espacializar o rito, a prática cotidiana que se espraia em redes de informações fluídicas, repletas de subjetividades capazes de construir territórios e demarcar identidades é o objetivo principal deste campo do saber. É no tempo e no espaço que o sagrado se manifesta e semiografa indelevelmente como um mapa permanente as fronteiras entre o eu e o outro. Esse fluxo humano contínuo que se reconfigura através de novas releituras e assimilações feitas pelos grupos estudados, releva ao...

  15. La fine dell’epoca moderna e il ritorno al realismo. “Verita’” e “realta’” nel dibattito filosofico contemporaneo

    Colonna, Silvia Maria
    Dopo l'affermazione nietzschiana per cui “non ci sono fatti ma solo interpretazioni” la filosofia giunge alla fase del postmoderno, difesa da Gianni Vattimo, in cui dialettica ed ermeneutica rendono “debole” il concetto di verità. Il suo allievo Maurizio Ferraris critica la visone del suo maestro col tentativo di instaurare un nuovo realismo, volendo riportare in auge un concetto di verità, che escluda da esso tutte le verità di tipo epistemologico e religiose. L’analisi e lo studio dell’attacco al postmoderno di Ferraris che qui viene fatto mostra che sia nel pensiero del primo autore, con la difesa delle verità “soggettive”, sia...

  16. O ponto de convergência entre o teatro e a filosofia: o verbo théorein

    Bentes, Hilda Helena
    O artigo tem por objetivo examinar a relação intrínseca entre o teatro e a filosofia a partir do estudo do verbo théorein, revelador de instigantes elementos constitutivos da arte dramática e da maestria especulativa. Cuida-se de um aprendizado do olhar que, no teatro e na filosofia, irá encontrar as condições propícias para o seu pleno exercício nas manifestações artísticas e filosóficas do século V a.C. em Atenas. A invenção do olhar representa um traço peculiar e profícuo da cultura grega, que escreverá uma história artística e filosófica paradigmática para a civilização ocidental. Analisa a querela suscitada com a expulsão dos...

  17. Contribuições para a questão da filosofia primeira na metafísica de Aristóteles

    Cecílio, Guilherme
    Uma das questões mais relevantes – e talvez a questão de mais difícil solução – que se impõe ao leitor da Metafísica é determinar se a obra se ocupa de uma única ciência preeminente ou se, ao contrário, ela contém diferentes projetos de ciência preeminente. Neste trabalho, analisamos criticamente as posições de alguns dos mais relevantes intérpretes, e procuramos, por fim, esboçar uma proposta de solução.

  18. Heidegger e Hume: mundo fenomênico e mundo prático

    Veiga, Itamar Soares
    Este artigo trata sobre as possíveis aproximações entre a filosofia de Heidegger e a filosofia de Heidegger. Essas aproximações são desenvolvidas em função do mundo cotidiano. Busca-se esclarecer quais são as dificuldades envolvidas no estudo de ambos os autores, quando a intenção visa diretamente o ser humano, sendo esses elementos identificados com cotidiano. Na primeira e na segunda parte apresentam-se os dois autores e na terceira parte é realizada uma interface através da filosofia de Tugendhat. Nela se destaca a crítica à Heidegger e a adoção de uma posição naturalista. Conclui-se que tanto Heidegger quanto Hume possuem âmbitos subjacentes que...

  19. Deleuze: uma filosofia para além da dívida

    Benicio, Milla
    Gilles Deleuze se apropria do conceito nietzschiano de dívida, ou, em alemão, Schuld, em sua dupla dimensão de promessa e culpa, para criar uma filosofia da potência, da pluralidade e dos agenciamentos. Aqui, não apenas o universo conceitual deleuziano é marcado pela demanda de emancipação da dívida, com noções como rizoma, desterritorialização ou corpo sem órgãos: a própria irreverência dessa filosofia investe na descontinuidade e no devir.

  20. A integração das emoções no processo educativo

    Alves, Anderson Machado R.
    Esse artigo expõe as principais características das filosofias do dever moral e daquelas que explicam a ação humana a partir do sentimento moral. Essas filosofias são opostas em muitos pontos, mas coincidem na contraposição entre sentidos e razão humanos. Ambas as propostas filosóficas têm repercussões na Ética, no Direito e na Pedagogia, os quais acabam recebendo forte influência racionalista ou sentimentalista. Confrontamos esses dois sistemas com a atual “Ética das Virtudes”, a qual pretende sair do impasse surgido do debate entre as duas teorias anteriores a partir do redescobrimento de pensadores como Aristóteles e Santo Tomás de Aquino. Atualmente, a...

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.